Kamen Rider Ex-aid – Review COM SPOILERS!

Texto: Ygor Medina

Imaginem só, há quase um ano atrás, Kamen Rider Ex-Aid deu as caras no universo do tokusatsu, mostrando visuais diferentes e uma mistura bem inusitada de jogos eletrônicos e medicina. Vocês no mínimo pensaram na época: “Caramba! Isso tem tudo pra ser uma porcaria”. Bem, acho que todos, ou pelo menos a maioria, deram graças aos deuses dos tokusatsu, pois erramos feio em achar que a série acabaria sendo ruim.

Ex-Aid nos trouxe muita coisa durante o período que esteve conosco. Tivemos uma trama bastante envolvente, com várias núcleos que nos prenderam a atenção. Quem não ficou com pena do Hiiro e seus dilemas? Ou com o Taiga e sua missão de ser o único Rider? Até mesmo o Parado, que sofreu com seus medos. Tivemos vários personagens que cresceram no decorrer da série e foram ficando em nossos corações. Alguns  mais  que  outros mas,  mesmo  assim,  poucos  deles  deixaram  a desejar.

Todo o caminho que seguimos pelos 45 episódios foi muito bem construído com poucos momentos que eu, sinceramente, achei que poderiam ter sido melhores. Tivemos verdadeiros vilões e desafios, que fizeram a vida de nossos doutores um inferno, sem contar vilões memoráveis, entre eles Dan Masamune, que entra para a lista de piores pais da história do tokusatsu. O cara é manipulador, egocêntrico, só pensa na sua companhia, vê todos apenas como produtos e só fez deixar a vida de todos mais difícil, até o fim.

Fomos preenchidos por vários momentos memoráveis, acompanhados de uma boa trilha sonora, coisa que nos últimos anos está em falta, nas séries dos Riders (sim, estou falando de você, senhor Ghost). Apesar do estranhamento  de início, o visual acabou ficando comum para quem acompanhou a série, inclusive trazendo referências a animes famosos como a Bang Bang Simulation, que é uma clara alusão à série animada Space Battleship Yamato, além dos jogos que são parte de nossa infância, como todos jogos Taddle que remetem às séries Final Fantasy e Taddle Quest.

Mas, pra você Ygor, qual foi a nota final dessa trama? A série é boa? Resposta: Sim.

Ela é épica? Resposta: Não.

Kamen Rider Ex-Aid poderia ter sido épico porém, a covardia do final feliz acabou tirando esse título da série. Não me entendam mal, não estou dizendo que tudo tem que acabar no sofrimento, mas acho que, para a proposta e a maneira como tudo vinha acontecendo, era de se esperar que teríamos outro desfecho. Isso acabou sendo tirado da gente, muito provavelmente em favor dos próximos lançamentos relacionados à série. Já sabem, se a Toei puder, ela vai explorar os produtos dela pra sempre.

Ah, mas e o True Ending? Você está excluindo esse, que vai ser o verdadeiro final da série.

Gente, estamos analisando a série em si. Mesmo que esse filme seja o “verdadeiro final”, o que ele vai trazer só será um complemento porque o final não deixa brechas pra dizer que o filme é necessário para uma conclusão da trama. O que terminou ali deixa tudo bem fechado e coerente. O que o True Ending vai trazer é uma fase bônus com tudo aquilo que já gostamos da série.

Mesmo assim, Ex-Aid é uma das melhores séries da franquia que já vi, isso é fato. Pra mim, ela e Fourze estão pau a pau. Eu não sei se poderia escolher qual é a melhor. Apesar da ganância da Toei, tivemos um final bom. O Emu como protagonista, a meu ver, foi bem explorado e cresceu, nunca esquecendo da sua principal meta que era salvar as pessoas.  Tivemos muita diversão com os personagens e ainda vamos ter mais um pouco!

Foi muito bom poder assistir e, agora, que venha Build.

About Senpuu

Fundado em 2006

8 comments

  1. Matheus Gabriel Tavares

    buid !!!!! cade tu!????

  2. Depois da pior série que foi Ghost, veio esse EX-aid foda!

  3. Olha uma da cenas que me chamou muito a atenção foi a entrada de Kamen Rider Chronos na Série no episodio 32. e na minha opinião foi uma série legal de serie ótima de se acompanhar.
    Ygor Medina gostei da sua critica foi excelente, sobre a série e eu também fiquei meio frustrado com a cena final do ultimo episódio.

  4. Gente do céu, que série é essa que acavei de ver? Será que depois de Ultraman Orb da Tsuburaya a TOEI está querendo serguir o mesmo caminho? Que é fazer séries melhore? Super sentai depois de Ninninger ando bem desanimado para assistir, mas depois que começo a assistir Kyuranger me animo de novo.

  5. Parece que não foi só impressão minha por ser o segundo heisei que completo. Ex-aid foi cativante pelo tema e pelos personagens. Uma coisa que me intrigou: o que acontece com aquele branco do cabelo do Taiga? Ao longo da trama aquela franja foi ficando cada vez mais escura, seria proveniente de sua adaptação com o virus?
    Outra coisa é sobre as vitimas e o fim de Masamune, a galera não pode ser “revivida” por que ele se selou no final ou algo assim?
    Vamos ver se esse pessoal vai ser liberto no True Ending ou quem sabe no Heisei Generations Final, já que com Build eles tem mais um “doutor” no front.

  6. Na minha opinião a série deu uma decaída justamente quando o Masamune Dan apareceu. O visual do Chronus foi legal, e o esquema do pause foi uma mecânica legal de se ver. Porém, achei ele um vilão que chegou muito tarde à série, e a conclusão da luta final com ele me pareceu muito corrida.

    Isso sem falar com detalhes de roteiro que a gente deixa escapar por se tratar de toku, como o fato dele querer vender o jogo no mundo todo mas ao mesmo tempo infectando o país inteiro com a doença.

    Enfim, O Ex-Aid me ganhou pelos personagens: o Hiiro e a Poppy foram muito legais de acompanhar, e o Emu, apesar ser um Rider mais passivo, foi um ótimo personagem também, sem falar no Kuroto que pra mim foi o destaque da série.

    O bom do Ex-Aid ter um visual tão diferente é que abriu espaço pro Build e séries futuras terem um contraste maior com ele, talvez com um visual mais sóbrio, de acordo com o começo da era Heisei.

  7. Poxa, como assim, acho a OST de Ghost muito boa. Já eu achei a do Ex-Aid bem fraquinha kkkkk

  8. eu acho que o ex-ad foi razoável com personagens que foram interessantes como o taiga ou o próprio emu, mas a série falha quando se trata de atmosfera, varias vezes as cenas tinham atmosferas sérias e cheias de suspense coisa que o ex-aid conseguiu destruir completamente enfiando uma cena da poppy ou da nico (que é o personagem mais irritante, chato e enfuriante da série), o que acaba com o suspense completamente.
    e precisamos falar do primeiro episódio, claro primeiros episódios tem que ser mais engraçados e leves em termos de história, mas esse primeiro episódio do ex-aid foi completamente ridículo tentando enfiar piadas constantemente, piadas que n tiveram graça e foram mal feitas e mal desenvolvidas e tenho que admitir que a primeira vez que ví a poppy tive vontade de parar de assistir ex-aid (só no começo, depois ela ficou mais aturável).
    acho que a série deveria ter levado mais de uma série tipo kabuto que era séria quando precisava ser séria e comédica quando precisava ser comédica

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*