Vamos ouvir? | 12 bandas japonesas para curtir #Senpuuindica

Fala aew galera, tudo trunks?

Aqui é o Guile (agora com “U” no lugar do “H”).

Todos que me conhecem sabem o quanto sou amante de música japonesa. Na verdade, da música oriental no geral, porém sou mais voltado para o lado japonês da coisa. Tenho tido experiências muito boas de um tempo para cá e está na hora de compartilhar com vocês alguns artistas que tenho conhecido a quase 15 anos.

Vou fazer essa listinha, mas não vou falar muito sobre a banda ou artista. A ideia da postagem é contar como conheci e indicar a vocês o que tenho ouvido. Ah! E pra facilitar, vou criar uma playlist no Youtube com esses artistas para consulta!

Vamos começar com uma banda que amo de paixão que é a Alice Nine (A9). Os caras têm muitos hits. Entre as músicas que mais gosto estão Tsubasa, Cosmic World, Cross Game, Daybreak e sou apaixonado por Number Six, para a qual foi feito um curta metragem contando a história da composição. Essa é uma das bandas que tenho todos os lançamentos.

Além disso, e é uma das coisas mais importante que devo citar, a banda me cativou pelo visual. Na época que conheci eu apenas rolava o falido site onde havia as discografias para download caçando uma banda com um nome e visual legal para conhecer. Achei o nome muito maneiro e, ao clicar, apareceu a foto que eu… Achei muito “dahora”!

Vale ressaltar a banda tinha contrato assinado com a PS Company, uma das grandes empresas de artistas japoneses mundialmente famosos que também vou citar aqui. Esse contrato teve fim em 2014 após 10 anos, mas a banda segue fazendo lançamentos.

Se tem uma coisa que me ajudou a dar uma renovada no que eu escuto, foi a Play TV. No final de 2015, tinha tempo de assistir TV ao meio-dia e lá passava um tal de Conexão Ichiban. O programa trazia clipes que supostamente estavam bombando no Japão. O papo era anotar os nomes e depois caçar no Youtube. Foi assim que conheci o Gesu no kiwami otome.

A banda, bem excêntrica para mim, tem uma qualidade sonora inigualável. É bem complicado falar o nome das músicas, pois grande parte (se não todas) estão em kanji, então vou linkar apenas. Sem precisar fuçar muito, o Youtube me direcionou para outros trabalhos dos caras.

Indico de verdade, acredito que mesmo músicos que não são tão adeptos dos moldes orientais de música, perceberão o quanto a banda é boa. E é uma boa pedida para quem quer ouvir um som japa pop.


Dessa leva que conheci pela TV, veio também a Qurulu. Excentricidade é a definição dessa banda. Me diga se acha alguma coisa parecida, pois ainda não vi igual.

Mas o Senpuu também me apresentou uma artista muito da boa!

Em uma postagem aqui no site, foi mencionado o clipe de Pon Pon Pon da Kyaryu Pamyu Pamyu e… Sem palavras! Como eu amo!

Meu brother Rodrigo Comarin, participante fixo do Senpuucast no lugar da Patrine (risos) me apresentou uma cantora que dispensa comentários.

Sheena Ringo é dona de uma voz incrível e tem cada música boa.

Com um pouco de vontade você pode conhecer coisas incríveis!

Foi o que aconteceu comigo e o KEYTALK. Essa banda que é mega talentosa, parece ser bem jovem. A primeira música que ouvi deles foi Matsuri Bayashi e, como ainda estava no clima de Ninninger, veio bem a calha pois ela é bem “Festival Japonês” mesmo.

Vale lembrar que eles não possuem um canal próprio no Youtube. O conteúdo deles faz parte de um canal chamado Victor Entertainment que sempre divulga vídeos de artistas variados.

O Goose House, aparentemente, é um grupo de amigos que se juntou pra gravar uns covers de zueira.

Essa brincadeira tomou uma proporção enorme e os caras já fazem até show por lá.

As músicas do Goose House mesmo não parei para ouvir, mas um dia simplesmente peguei o título de um dos covers em kanji para conhecer a original.

Cheguei ao Hoshinogen. O cara tem uma pegada meio Lulu Santos, mais pela forma pop de ser. Muito bom o trabalho dele, brinca com coreografias e parece ter um show bem teatral. Atualmente ele participa de um dorama que estou tentando descobrir onde assistir, se souberem avisem, please.

A Sakanaction também é uma banda viajante! Com uma pegada anos 80 e mais um monte de referências, incluindo tokusatsu, os caras me surpreendem a cada lançamento.

Apresentada a mim pelo meu brother Hilarioh Rick, a Anzen Chitai é uma banda bem famosa no Japão e chegou até a gente graças também ao “fuça fuça” atrás de trilhas sonoras.

Uma música deles fez parte da trilha do anime Maison Ikkokku, que não passou no Brasil, mas conseguimos achar. A banda é do final dos anos 70 e você percebe isso claramente no som deles. Tem uma música específica que me lembra muito Sharivan! É uma boa pedida para uma balada anos 80.

Vale ressaltar que o Anzen Chitai tem um canal oficial no Youtube, porém com pouco conteúdo. Já o canal citado aí em cima é diretamente voltado à banda.

Se tratando de música japa, tem algumas coisas que não posso deixar de fora!

The Gazette é uma banda tão boa que todos que curtem um bom rock pesado e pop ao mesmo tempo deviam pelo menos conhecer essa música abaixo. Eles têm diversos trabalhos bons como Leech, The Invisible Wall, entre outros.

O Slap –FODENDO- King Miyavi é um cara que sabe tocar. Esse sabe. Ele tem longa carreira como cantor solo, e destrói nos palcos.

A primeira música que conheci dele foi What a wonderfull world que, por sinal, foi o ápice no show que ele fez aqui no Brasil em 2011. Hoje ele tem carreira internacional, uma penca de CDs e singles lançados, parcerias com outros músicos, dividindo palco até mesmo com o Richie Sambora do Bon Jovi. The Others foi o trabalho que ouvi depois de um tempo sem procurar nada e vale muito a pena conferir.

Bom galera, a matéria pode ter ficado grande demais por causa do conteúdo mas não estou esquecendo ninguém! A ideia era apresentar e compartilhar com vocês um pouco do que conheço e gosto.

E você? Tem algum artista ou banda que você acha meio desconhecidos e deseja compartilhar com a gente? Espero que as dicas ajudem a procurar e abrir os caminhos para novidades!

Para aqueles que já conheciam, estamos sempre abertos para bater papo, afinal, ser ou se achar o único que conhece algo é tão chato 😛

Aqui foi o Guile e…

Jyu…. ops, pera lá que me esqueci…

Segue a minha playlist no Youtube com indicações!

Agora sim…

Jyuu Mousou

 

About Guilherme Armelau

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*