A geração 90 e suas referências em uma bela canção

Fala galera, tudo trunks? Aqui é o Ghile.

Quem aqui não sente uma certa emoção ao assistir uma série, lembrar de um personagem de tokusatsu ou ouvir uma música específica? Esse tipo de sentimento é chamado de nostalgia e estamos cansados de falar sobre ele aqui.

O Senpuu defende muito o fato de você, leitor, se dar ao prazer de conhecer o novo, mas não podemos desprezar o que passou, né? Mas, e quando o novo tem o formato ou traz o sentimento daquilo que passou?

geracao-90

Há alguns meses rodando pela internet me deparei com a imagem de um pequeno garoto com uma camisa dos Power Rangers. Ao clicar no link, comecei a ouvir um violãozinho maroto e resolvi deixar tocando enquanto fazia outras coisas. Em alguns instantes eu estava totalmente mergulhado em um universo de lembranças, com os olhos cheios de lágrimas saudosas.

Prestei mais atenção no link e me deparei com um vídeo bacanudo do Limonge, um artista que até então não conhecia.

“Geração 90” é o nome da música. Uma balada pop, acústica, com uma pegada leve no violão, alguns detalhes de guitarras e percussão. A canção rapidamente toma forma com os belos versos que possui.

O clipe intercala os dias atuais nos quais um jovem entre seus 20 e 30 anos trabalhando, louco para que o expediente acabe e os momentos vividos nos anos 90, quando brincávamos de “heróis, bandidos, polícia e ladrão”, como diz um trecho da música.

Com muitas referências bacanas sobre os anos 90 como “rádios que tocavam sem parar”, um hábito que hoje praticamente não existe mais.

musica02

Para mim a frase mais emblemática de todas é “Éramos Power Rangers, super heróis que nada temiam além do escuro”. Uma bela alusão ao fato de sermos heróis nas nossas fantasias e, ao mesmo tempo sermos crianças na realidade. Tenho o mesmo pensamento de que nós, que éramos crianças naquela época, hoje temos fé e acreditamos no futuro. Quantas vezes parei para pensar o quanto é difícil ser adulto…

Deixem seus comentários e o próximo post que estou preparando é uma entrevista com o próprio Limonge! Vamos falar sobre essa composição, os trabalhos dele, o envolvimento com o tokusatsu e muito mais. Até lá e…

Jyuu Mousou

About Guilherme Armelau

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*