Vamos falar de música #11 – Por que coisas antigas são as “melhores”?

Eu nunca acreditei que fosse chegar um dia em que eu começaria a entender o que realmente se passa na minha cabeça!

Desvendar o ser humano que eu sou está sendo cada dia mais interessante, pelo menos para mim.

Aos que me conhecem, sabem que minha vida é música. Ela até se enquadra à frente de TOKUSATSU mas, por fim, se misturam formando uma salada muito saborosa.

Já tenho meus 20 e tantos anos e não tenho vergonha nenhuma de curtir variedades da atualidade como músicas, bandas, cantores, filmes e coisas que muitos chamam de “modinha”. Justamente este termo, “modinha”, já me foi rotulado inúmeras vezes principalmente por participar de uma banda que estava na mesma cena e levada dos estourados “emos” (NXZero, Fresno, Simple Plan, Good Charlotte, entre outros).

Mas, para algumas pessoas, se atualizar em algum gênero é questão de “perder a identidade” ou se vender para o mercado. Isso acaba gerando um preconceito e um monte de pessoas seguem esse preconceito sem ao menos entender o porquê dele.

maxresdefault

No tokusatsu não é nada diferente. Tais preconceituosos de gêneros que citei acima, com relação às séries japonesas, são rotulados de “viúvas”, termo esse que conheci aqui no Senpuu mesmo, lá para os primeiros SenpuuCasts que ouvi.

“Viúvas do Black” ou “Viúvas da Manchete”, como já ouvi muito por aqui, sempre são direcionados a alguém que idolatra as séries exibidas no Brasil até o final dos anos 90 e que em certa parte acabam “agredindo” as séries novas.

O que quero deixar bem claro é que esses rótulos nunca foram razão para algum tipo de incomodo para mim. Como sempre tive certeza do que realmente acreditar, levo na brincadeira e me enquadro mesmo em certas partes desses rótulos, não tenho problema nenhum em assumir.

Comecei a idealizar este post no caminho do trabalho enquanto ouvia alguns CDs (sim, meu carro toca CD) que achei em uma caixa de coisas antigas minhas. Nesse arquivo, além de CDs gravados por mim cheios de músicas aleatórias, também acheis DVDs e capas que eu nem lembrava que tinha como ShaiderChangeman em péssima resolução, Tenjou Tenge e outros. Também achei alguns vídeos pornôs impróprios, enfim…

aHR0cHM6Ly9ibG9naW50ZXJvY2l0cm8uZmlsZXMud29yZHByZXNzLmNvbS8yMDE1LzAyL2NoYW5nZW1hbi5qcGc=

Cantei quase todas as músicas enquanto dirigia e recomendo a quem puder fazer o mesmo com as músicas que gosta. Ao ouvir algumas das canções, falei sozinho: “Isso que é som… Bons tempos!!!” Depois, meu pensamento foi: “Será que esses caras tem alguma coisa nova?”

A banda em questão e tal música eram de 2005. Nem parece tanto tempo, mas já são 10 anos!

Ao ter esse pensamento, eu me lembrei que já havia acontecido isso comigo antes, inúmeras vezes, com diversos artistas. Já parou pra pensar se aquele cara que você adorava nos anos 90 tem algum trabalho atual? Acho que você já deve ter se perguntado isso!

E acredito que já deve até ter achado algo atual desse mesmo artista. Pode até ter achado que tá bom, mas confesse que nunca será igual aquele hit que bombou anos atrás e sempre te faz ter alguma “lembrança” quando você ouve. Tô errado?

Pensando nisso, eu refleti por alguns instantes e li algumas matérias sobre artistas de renome no mercado. Um deles foi o Deep Purple, e olha que nem curto tanto assim a banda. Na entrevista, um dos membros diz que o povo que vai aos shows só quer saber dos “clássicos” e eles já estavam saturados de tocar tais músicas pois o tempo para eles continuou e a ideia que eles tinham, amadureceu mais.

Isso me faz pensar: “Não é o som dos caras que ficou ruim, é a galera que não se interessa por algo novo, mesmo sendo dos “caras velhos.”

ToQger

Incluindo isso no universo dos tokusatsu, muita gente não consegue assimilar os ideias das novas séries e muitas dessas pessoas acabam desrespeitando os fãs que gostam. Acredito que quem realmente curte, ou pelo menos acompanha os Sentais, Riders e outros dessa “nova era”, esses sim amadureceram. Cresceram e entenderam que muita coisa é voltada para o público infantil mas, mesmo assim, você acaba por respeitar e se adaptar aceitando as mudanças.

O grande problema é que não existe um tipo de solução para esse problema. O que amenizaria seria a mente das pessoas mais aberta para pelo menos não criticar tendo visto apenas dois episódios de determinada série.

Em termos de música, acaba se tornando um círculo vicioso. E digo isso por conta própria. Muitas das bandas que eu curtia na adolescência parece que acabaram como Good Charlotte, The Gazette, NX Zero, AC/DC (que na época já era velho) entre outras. Mas muitas delas lançaram muita coisa nova. Não digo só por mim, mas muita gente nem sabe o que os caras tão fazendo.

alice-nine-zerokiryuuvk-34062570-1378-914

Das bandas japonesas, a única que continuei acompanhando, mesmo que discretamente, foi Alice Nine que por sinal fazem um som muuuuito da hora. Porém, para mim, não se compara com os CDs de 2008 e 2009 justamente por esse “cheiro de lembranças”.

Aí eu te pergunto: você já pensou em algo desse tipo e parou para analisar se suas deduções e pré-conceitos estão sendo realista ou fazem parte apenas de um bloqueio criado pela sua imaginação fazendo você não se interessar por nada que seja atual? Ou, talvez, um amigo seu, pais, primos e tios sejam dessa forma?

Compartilhe essa matéria se você se interessou pelo assunto e fez você refletir em alguns dos tópicos que citei.

Esse post é beeeeeem atípico, pois tentei de certa forma fazer uma ponte aérea entre meus sentimentos pela música em geral e colocar em evidência algumas coisas que acho injustas com os tokusatsus de hoje em dia, o que me deixa muito triste.

Vi muita gente falando muito mal de ToqGer e muitas dessas pessoas estão perdendo uma série bem interessante por não se darem luxo de assistir 15 episódios e ficar na ansiedade por cada um.

Mais uma vez obrigado por ler até aqui, continue ajudando o Senpuu, seja compartilhando ou comentando!

Se quiser dar suas opiniões ou ler algo especifico nos meus textos, entre em contato com o senpuu@senpuu.com.br e não esqueça de colocar o assunto “Vamos falar de música” que seu pedido e sua sugestão serão lidas e analisadas.

juumosou

Juu Mousou

About Guilherme Armelau

4 comments

  1. De toqger achu que a unica coisa que nao gostei foi dos mechas

    Mais a historia eh bem legal e interessante

  2. Não foi o melhor sentai mesmo, nem o pior. Acho exagero dizerem que foi o pior sentai.

    Teve um roteiro bem melhor que o de Kyoryuger e muitas outras séries. Divertido de assistir e estou até vendo de novo!

  3. Tenho um sentimento muito especial pelos senpuurangers , Patrine, Fire e Mozenjaa, porque através do senpuucast que descobri logo no inicio do site, voltei a assistir tokusatsus os novos desde Decade, alguns não consegui continuar assistindo por ser extremamente infantis como o citado ToqGer e outros, mas já baixei o primeiro episodio do Shuriken Sentai Ninninger o que achei foi que, também ficou muito infatilisado a aparição dos robos, é simplesmente absurdo, mesmo assim eu gostei. eu não sou do tipo que diz:

    Os tokusatsus da Manchete é que eram bons os de hoje não tem graça!

    Muito pelo contrario eu nem tenho um genero em especial para mim todos tem o mesmo valor, super sentai, Garo, Metal Hero, Ultraman, Other heroes, Kamen Riders…etc.

    Gosto muito de animes também, tanto que acompanho Naruto e outros animes.

    O que acontece é o seguinte, os mais velhos tem pelos tokusatsus um sentimento de nostalgia, saudosismo muito intenso ou seja isso é emocional, quando eles assistem os tokus atuais eles não tem esse sentimento aflorado e logo passam a julgar as séries através do seu amadurecimento intelectual achando que os antigos eram mais adultos ‘’ e de fato até eram, mas nem tanto isso aconteceu comigo. ‘’

    O que acontece é que a nossa paixão pelos tokus e animes continua, mesmo termos amadurecidos emocionalmente e intelectualmente, mas isso não se aplica a todos, um exemplo disso é o meu irmão que é dois anos mais novo do que eu, ele assiste os tokus e animes antigos mas o novos não, porque ele não tem aquela emoção da infancia aflorada quando os assisti, e sempre me diz que toku bom é os antigos porque os atuais são muito bobos, bom pra mim bobo é quem pensa como ele. 😀

  4. É um assunto complicado , eu cresci assistindo chngeman , flashman , winspector e especialmente os cybercops , da mesma forma asssiti tudo o que ja passou na tv aberta dos power rangers .
    mas de uns anos pra ca tenho me atualizado e visto que os tokusatsus atuais sao maravilhosos , dois que me apaixonei totalmente foram Gokaiger e Fourze , as novas tecnologias e efeitos dao um show a aprte e é maravilhoso assitir otimos tokusatus em full hd , um grande contratste pra quem assistia em vhs nos anos 90 .
    so posso concordar com alguns argumentos , pois changeman que e meu sentai antigi favoritio tem mesmo partes bastante adultas , como o treinamento deles , a tv de uma forma geral passou a amenizar materiais de interesse das crianças , na globo mesmo davam filmes de pancadaria na sessao da atrde , so para comparar .

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*